Peregrinar neste blogue

2006-02-05

2ª Estratégia Empresarial: Colmatar as falhas dos outros

"«Atacar os outros onde menos esperam», é uma forma de suplantar o líder, através da imitação criativa. Neste caso, o inovador não cria um novo produto ou serviço de grande envergadura. Em vez disso, vai buscar algo que já foi criado por alguém e procede à sua melhoria. Isto é imitação. É uma imitação criativa, porque o inovador trabalha o novo produto ou serviço para melhor satisfazer os desejos e necessidades dos clientes. Quando o inovador conseguir criar o que o cliente deseja, pode chegar à liderança e controlar o mercado.
O exemplo perfeito foi como a IBM se tornou o principal produtor de PC nos anos 70. A Apple inventou o PC. Quando a Apple apareceu, foi um sucesso instantâneo. A IBM começou a trabalhar para suplantar a Apple. Perguntou a si mesma: «Quais são as falhas da Apple?» Em 18 meses, a IBM lançou no mercado um PC que fazia tudo o que os clientes de PC precisavam e queriam, mas que tinha o que faltava na Apple: software. Passado um ano, o PC da IBM tornou-se o líder de mercado a nível mundial, mantendo essa posição durante mais de dez anos. A Apple, por seu turno, tornou-se marginal. Quase que faliu e só 20 anos mais tarde, em finais dos anos 90, é que consguiu dar a volta por cima, tornando-se num respeitável interveniente nesse nicho."
Peter F. Drucker - Inovação e Gestão -
Entrepreneurial Strategies (Programa Online Corpedia)

3 comentários:

Squeezy disse...

um texo mto interesante, principalmente essa parte dos criativos...

PS: parece-me k a apple está aí pra tentar dar mais um saltinho pro topo....

TMara disse...

tem uma boa semana. bjocas de luz e paz ;)

marco disse...

pois...os genios..sao sempre génios