Peregrinar neste blogue

2008-03-02

Chapéu Púpura ..

QUANDO ENVELHECER, QUERO USAR PÚRPURA

Quando ficar velha, quero usar púrpura com chapéu vermelho, que não combina e fica ridículo em mim.
Vou gastar o dinheiro que tenho em uísque, usarei luvas no verão, e me queixarei que falta manteiga em casa.
Vou sentar-me no meio-fio quando estiver cansada, comerei todas as ofertas do supermercado, tocarei as campainhas dos vizinhos, arrastarei meu guarda-chuva nas grades da praça, e só assim me sentirei vingada por ter sido tão séria durante a minha juventude.
Vou andar de chinelos, arrancar flores do jardim dos outros, e cuspir no chão.
Vou usar roupas horríveis, engordar sem culpa, comer um quilo de salsichas no almoço, ou passar uma semana só na base do pão e picles.
Vou juntar caixinhas, lápis, e rótulos de cerveja.
Mas, enquanto ainda sou jovem,
preciso de um tipo de roupa que me deixe seca em caso de chuva,
tenho que pagar o aluguel,
não posso dizer palavrão na rua,
sirvo de exemplo para a infância,
preciso ler jornal, estar informada,
convidar meus conhecidos para jantar.
Por isso, quem sabe eu não deveria começar a treinar desde agora?
Assim ninguém vai ficar chocado quando de repente,
eu ficar velha e começar a usar púrpura.

(Autora: Jenny Joseph)

8 comentários:

Rui Caetano disse...

Interessante, gostei da forma de envelhecer.

jorge vicente disse...

óptimo poema.

entretanto. um convite para todos:

"A Edium Editores convida-o a participar na sessão de lançamento da obra “Travessia” do poeta José Félix, no dia 22 de Março de 2008.
O evento terá lugar no Porto Palácio Hotel, salão “3 Rios” às 16.30 horas
A obra será apresentada pelo poeta de Coimbra Xavier Zarco
Endereço: Avenida da Boavista nº 1269, Porto."

Rui Caetano disse...

Uma forma interessante de se falar desse tema. Uma boa semana.

TMara disse...

gostei. Talvez seja de mim k falam. Já vi um convite, eu deixo 2 da mm editora mas no Alentejo:
A QUEM INTERESSAR INFORMO: sábado 29 de Março de tarde, na Biblioteca do Alvito serão apresentadas duas obras - "O livro do Regresso" de Xavier Zarco, prémio Raúl de Carvalho 2005 da C. M Do Alvito e "Da Humana Condição" de José Augusto de Carvalho - hora a agendar, entre as 15h30/16H00.
Acabado segue-se Viana do Alentejo, onde, à noite, no salão da Junta de Freguesia voltaremos a fazer as 2 apresentações.
Vemo-nos lá?
Bj.
Luz e paz

Kim disse...

Gostei dos pensamentos desta velhota da minha idade, mas ainda tão jovem de desejos. Assim é que é.
Púpura é uma côr maravilhosa e é também a côr da paixão.
Com um espírito assim, nunca vais ser velha.

Bichodeconta disse...

Boa forma de envelhecer, de purpura vestida, de chapeu e de luvas quando aos outros incomoda..Bravo.. um beijinho e o desejo de feliz pascoa..

elprincipito disse...

The Truth is Out There.

Divânia's- trabalhos manuais disse...

Olá Dilbert,eu já tinha esse texto no meu site mas, ao passar por aqui,eu o encontrei devidamente ilustrado,tomei emprestado e levei para o meu flickr,venha ver,pois creditei-o ao seu espaço!!!!abraços..
Divânia

veja aqui:
http://www.flickr.com/photos/divania_nogueira/